Este não é o site do Conselho Federal de Biologia, o site oficial é: http://www.cfbio.gov.br/

O pensamento evolutivo

Pensamento Evolutivo

Por ser a biologia um ramo muito abrangente, cabe falarmos um pouco mais detalhadamente sobre algumas de suas subdivisões. Um das subdivisões mais importantes diz respeito à biologia evolutiva, e suas descobertas não influenciaram apenas na área da biologia, mas em todo o espírito de uma época.
Resumidamente, a biologia evolutiva estuda o desenvolvimento das espécies, observando suas mudanças através do tempo. Este ramo da biologia começou a ser estudado há muito tempo, de acordo com os recursos da época, por Anaximandro de Mileto, um filósofo grego que chegou a desenvolver algumas idéias sobre uma origem comum das espécies. Novas formulações só vieram s ser desenvolvidas durante o século XVIII, e um nome de grande consideração no ramos é o de Jean-Baptiste Lamarck. Já no século XIX, Charles Darwin iniciou sua pesquisa, quando lançou uma publicação, em 1859, chamada A origem das espécies. Nesta obra, Darwin desenvolve sua teoria da Seleção Natural, que foi de grande impacto para a comunidade cientifica não só da época como até os tempos mais recentes.
As pesquisas de Charles Darwin foram muito baseadas na observação, principalmente a partir de uma grande viagem ao redor do mundo que Darwin realizou a bordo de seu navio, Beagle. De suas observações, foi lançado, em 1859, o livro A Origem das Espécies. Outro pesquisador fundamental para a idéia moderna de evolução foi Gregor Mendel. Em 1880, Mendel descobriu a hereditariedade, ou seja, a passagem de características de geração em geração. Unindo a teoria da seleção natural darwiniana com a hereditariedade de Mendel, cientistas como Ronald Fisher, Oswald Avery e James Watson ajudaram a desenvolver a idéia atual de evolução.